sexta-feira, 10 de junho de 2011

Pra você.


Nunca imaginei que esta troca de energia fosse tão intensa.
Quando decidi dividir, o que sempre ficou trancado em gavetas solitárias, mal podia supor a dimensão que isso ganharia.

Logo vi que entre as mulheres, benditas mulheres, minhas palavras ganhavam um brilho e um eco todo especial.

Quanto carinho, quanta doçura: cada vez que vejo meus versos despretensiosos, ganhando vida em outras vidas, penso: Está valendo a pena.

Confesso que escrevo o que gostaria de ler, nem sempre da forma genial como meus grandes ídolos literários escreveram, mas tudo carregado de muita verdade e sentimento.

Agradeço por me aturar todos os dias, não como seguidora, acho forte e inapropriado, mas como amiga, parceira e companheira ou na pior das hipóteses, como uma leitora.

E como tenho dito insistentemente: Que a minha poesia não te iluda, mas te faça enxergar a realidade de uma forma mais doce.

Você me enche de felicidade e inspiração e me faz sempre acordar cheio de vontade de compartilhar.

Não tenha nenhuma dúvida de que é uma troca injusta, pois apesar de não te conhecer, escrevo tudo pra você, mas no final quem sai ganhando sou eu.

Valeu! Um grande beijo.

15 comentários:

*Nina* disse...

Liiindo poema...Adorei mto seu blog e amei suas poesias!!
Bjokas @datovo

Ana disse...

Que lindo! Sempre me identifico com tudo que você escreve... Obrigada querido!

Maria Dias disse...

VC é um poeta e tanto e enquanto continuar inspirados quem ganha somos nós!E alem do mais tem bom humor.
beijo

Maria Dias

Raquel Amarante disse...

"Confesso que escrevo o que gostaria de ler"

A universalidade da sua escrita faz com que nos apaixonemos por ela...

Tweets geniais..

BjOO

Célia Ramos disse...

E eu, nem tenho o que comentar!
Tudo que poderia dizer iria parecer redundante! Mas mesmo assim, acrescento que seus poemas são mesmo feitos pra nós, mulheres, especificamente pra mim...rsrsrs...bjos..Parabéns!

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Woman in Chains disse...

Seu blog me inspira até pelo título. Escrevo poesia na madrugada, quando o sono me abandona e os sentimentos insistem em sair em palavras.Compartilho do mesmo sentimento que vc, e me emocionei com sua mensagem. Obrigada pela companhia em minhas noites solitárias! Bj

Drisph disse...

Fazendo uma visita e recebendo um presente, de tão lindas palavras que respingam até mesmo onde os meus olhos não alcançam...
Parabéns!!!
Estou seguindo o teu blog e convidando-a a seguir e conhecer os meus pedaços no diário de uma poetiza.
Beijos

Du disse...

Muito bem, seu moço! ;-)

telma disse...

cheguei até aqui pelo rastro que você deixou no meu twitter.. deixei você marcado com "seguir - ler - aproveitar"

Bruna Nunes disse...

procurei um dicionario de palavras para expressar minha sensação diante desse texto, o que eu encontrei foi direto, simples, as vezes, e um pouco, até "clichê", mais TUDO que eu preciso/quero dizer: LINDO, LINDO, LINDO E LINDO!! exatamente o que eu estou sentindo e vivendo. amei seu cantinho. passa lá no meu depois ;)
bjs

Laís disse...

Já te seguia no twitter, mas ler mais do que 140 caracteres é bem mais prazeroso!!! um abraço!

Iara disse...

Que lindo, um declaração de amor tão válida aos que te leem e se encantam com tuas palavras.
Eu viajo quando leio teus poemas, teus textos, teus tuites.
Adoro a forma como escreves e a maneira que colocas as palavras.
Enfim sou tua fã.

Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luz disse...

Mesmo calada a boca, resta o peito...Chico Buarque